Teste o seu canal preferencial

Você é o maior exemplo para sua família
20 de abril de 2016
palestra gratuita
Palestra – As 7 Chaves para o Sucesso com a PNL
7 de agosto de 2016
Ver tudo

Canais representacionais VAC

Visual, Auditivo ou Cinestésico

Você sabe qual é o seu Canal Preferencial?

 

Você já ouviu falar em Canal Preferencial na PNL? Vamos explicar porque ele é muito importante na comunicação, acompanhe os exemplos mais abaixo. Captamos o mundo através de nossos cinco sentidos: visão, audição, tato, paladar e olfato. Através da intensidade desses filtros é que nós criamos uma representação interna da realidade de forma Visual (V). Adaptamos nossa linguagem e nos comunicamos através das interações pelo nosso canal Auditivo (A). As sensações, gostos e cheiros que percebemos mexem com a nossa fisiologia que é o nosso canal Cinestésico (C). Assim, nós traduzimos nossas experiências de vida, nos comunicamos e comportamos através do que chamamos de canais representacionais na PNL.

Apesar de termos uma experiência completa na vida através dos cinco sentidos preferimos comunica-la de forma resumida e confortável. Assim, cada pessoa tem um canal preferencial de comunicação – Visual, Auditivo ou Cinestésico. O ideal é sabermos nos comunicar nestes 3 canais e adaptar nossa linguagem de acordo com o canal preferencial de nossos interlocutores. Isto gera uma comunicação muito mais eficaz, objetiva e que é compreendida com mais facilidade pelo outro.

A seguir temos um teste para você descobrir por qual canal você prefere se comunicar com as pessoas na maior parte do tempo. Sim, dependendo do ambiente e da necessidade do momento a gente muda o canal sim. Imagine você tendo como canal preferencial o Auditivo e você precisa cuidar hoje de um bebê de cinco meses. Ele não vai falar com você e nem entender nada se você ficar falando para ele sobre o mundo. Ele precisa que você mostre o mundo à sua volta (Visual) e o faça sentir ou tocar em objetos (Cinestésico). Isso não quer dizer que isso não possa vir acompanhado de alguns sons divertidos complementares (Auditivo).

Imagine isso em seu relacionamento onde você prefere o canal Visual e seu parceiro/a prefere o canal Cinestésico. Parece que as pessoas estão falando línguas diferentes e com o passar do tempo acham que está faltando alguma coisa na relação. Os comentários que aparecem: ele não gosta mais de mim, nem repara quando corto o cabelo. Por outra lado o outro diz: ele/a deixou de me amar, nem me toca mais, não faz mais cafuné. Acho que já deu para entender que um se sente apreciado ou amado quando é reparado/visto e ou outro quando é tocado.

Vamos lá faça o teste abaixo e convide seu parceiro/a, familiares e amigos para fazerem também e descubra se vocês falam a mesma “língua” ou não…